A iniciativa de empreender

Artigo da especialista em empreendorismo Natalia Medeiros

Empreender vai além de um meio de ganhar dinheiro, é um estilo de vida. Você pode começar por uma ideia de como você pode melhorar alguma coisa, algum cenário ou um algum problema que existe, a partir disso, elabore uma estratégia de monetização para isso. Você pode encontrar algumas dificuldades no caminho como: insegurança e comparação, medo de crescer, falta de domínio e controle financeiro e dificuldade nas demandas administrativas e gestão (recrutar, engajar e liderar). Mas lute contra isso e confie em sua capacidade.

 Se pensarmos pela lógica da história, as crises são historicamente momentos que mudam o curso de empregos, trabalhos, profissões, industrias, governos e hábitos de consumo das pessoas. Elas provocam rupturas nos modelos tradicionais e promovem criação ou alteração de modelos já existentes. Dois exemplos que mostram isso foi a Queda das Torres Gêmeas, em 11 de setembro de 2001, que mudou toda política, protocolos e sistema de segurança dos aeroportos. E a SARS (Síndrome Respiratória Aguda Grave) em 2002, na China. A crise gerou isolamento, os chineses ficaram em quarentena, nesse momento, as pessoas viram a oportunidade de comprar seus produtos e receberem em casa, através da plataforma alibaba.com, que foi criada há 3 anos (1999), antes da crise SARS. Com isso, o mercado e-commerce chinês explode e muda para sempre a realidade de vendas da China. Resumidamente, crises também geram grandes oportunidades inovadoras, procure olhar para o lado positivo das situações.

 Para você que quer empreender, mas não sabe onde, eu criei os 06 mandamentos que vão te ajudar a descobrir no que empreender e como começar a fazer isso:

1. Faça uma lista dos seus talentos natos: aquilo que você faz sem precisar de esforço, mais conhecidos dons.

2. Mapeie quais as maiores habilidades você já desenvolveu ao longo da vida: aquilo que foi aprendido com o tempo, com sua história de vida e com os cursos que você já realizou.

 3. Veja o que você gosta de fazer: O que você faz com prazer que pode te trazer uma rentabilidade

4. Vença a síndrome do impostor, para de achar que não é capaz e pare de se comparar com os outros e com concorrentes com mais experiência, faça e foque o seu!

5. Abandone o pensamento limitante de que ter dinheiro é ruim. Ter dinheiro e sucesso é bom, pois com eles, você pode ajudar a outras pessoas a crescerem também, além de te dar liberdade e autonomia para realizar alguns sonhos

6. Invista em mentorias e cursos de especialização para melhorar a administração do seu negócio e tempo, e quando tiver condições, contrate serviços especializados para te apoiar na parte administrativa e gerenciamento das mídias.

Artigo de autoria da Natalia Medeiros

Atuante  na área do Executive Coaching , desenvolvendo profissionais e transformando negócios, em processos individuais e/ou grupos, treinamentos de performance, liderança e palestras corporativas. Atualmente dedico 100% do meu tempo ao Desenvolvimento Humano, voltado pro âmbito de carreira e negócios, principalmente nos estudos de Mercados do Futuro, habilidades e Competências Comportamentais da Nova Era (Soft Skills). Tenho uma bagagem de mais de 06 anos de experiência, em Pesquisa Clínica, com foco em Diretrizes de Qualidade e quase 5 anos de liderança (gerência e direção técnica hospitalar), com foco em gestão de pessoas e processos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *