Dia 13 de novembro comemoramos o dia da Gentileza; Conheça os benefícios para a sua saúde

A data surgiu durante uma conferência em Tóquio, em 1996. Mas foi só no ano de 2000 que de fato surgiu o movimento, com a intenção de inspirar pessoas e tornar do mundo um lugar mais gentil.
Conheça alguns benefícios de ser gentil para a sua saúde:
Diminui a ansiedade – Uma pesquisa da Universidade da Colúmbia Britânica (Canadá) (Link: https://www.psychologyib.com/uploads/1/1/7/5/11758934/ib_psychology_-_anxiety_disorders.pdf ) com pacientes em tratamento para ansiedade mostrou que a prática diária de atos de bondade reduziu a ansiedade social dos participantes, deixando-os mais relaxados.

Ester Gomes, profissional de desenvolvimento pessoal, acredita que o dia é mais que uma data, é um símbolo da empatia e da humanização.
“Todo dia é dia de praticar a gentileza. Existem atos que podemos colocar sempre em prática e que podem transformar positivamente o dia de alguém. Como por exemplo: Sorria, Cumprimente as pessoas, elogiar a pessoas próximas, elogiar um bom trabalho, parabenizar os aniversariantes do dia, ceder o assento às pessoas idosas ou com deficiência, oferecer ajuda a alguém e pedir licença. Atitudes do dia a dia e que fazem a diferença”, explemplifica.

Ajuda na longevidade: Segundo uma pesquisa pela Universidade de Michigan (EUA) (link: https://www.apa.org/pubs/journals/releases/hea-31-1-87.pdf ) as pessoas que se ofereciam para ajudar os outros e realizavam trabalho voluntário por prazer viviam quatro anos a mais do que a população geral. Os pesquisadores acreditam que isso ocorreu porque os hormônios trazem diminuição do estresse no organismo.

Para Adriana Lima, biomedica especialista em longevidade, a gentileza é capas de reforçar as sensações de bem-estar e conforto:
“É capaz de prolongar nossa vida, diz muito sobre interações sociais positivas. Analisando antropologicamente a bondade em nossa sociedade, através da psicologia vemos como a gentileza pode melhorar nosso humor e reduzir os sintomas de depressão.” Afirma à biomédica.

Ajuda na imunidade: “Pessoas altruístas experiênciam um descarga de hedonismo, um aumento de sentimentos positivos e sensações de bem-estar no geral, o que está relacionado à redução de doenças e da mortalidade. O gesto altruísta faz o coração produzir oxitocina e ácido nítrico, ambos relacionados a queda de pressão arterial. Há também evidencias de que ele melhora o sistema imunológico e ajuda as pessoas a viver mais.” Analisa Flávia Cohen, imunologista da clínica FVC.

Favorece a felicidade – Praticar atos gentis aumenta o sentimento de satisfação com a vida. A descoberta é de um estudo realizado por pesquisadores do Reino Unido e publicada no periódico “Journal of Social Psychology”. Outro pesquisa, desenvolvida pela Harvard Business School (Link: https://www.hbs.edu/ris/Publication%20Files/11-038_0f1218f0-91b3-4bae-8054-0fca25be5736.pdf) avaliou a felicidade em 136 países e apontou que as pessoas altruístas são as mais felizes em geral. Esse estudo mostrou que a satisfação sentida após um ato gentil tem efeito consistente na felicidade, pois gestos de gentileza acionam a liberação de dopamina, que promove euforia positiva.

A Teóloga e autora do livro “Não é só caos – Há um recomeço”, Gabriela Lopes, explica que para começar a exercitar a gentileza você vai precisar ter coragem:

“Já vou começar este texto assustando você e dizendo: Se não tiver coragem, não tem como! E você pode estar perguntando agora: “Coragem para quê, Gabriela?”. Coragem para romper com dogmas impostos por pessoas. Coragem para ignorar a opinião de quem não acredita. Coragem para ir a lugares em que todos acreditam que você não pode ir. Coragem! Hoje a palavra é CORAGEM! Você tem duas opções: ou rompe hoje com esse estigma que colocaram em sua mente, ou vai perder mais um dia sendo o que disseram que você é ”, – Finaliza.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.